Parto Rio de Janeiro - RJ

Maya

Leveza. Se tem uma coisa que essa ariana aqui que vos fala busca cada dia mais na vida, é ser leve. Viver uma vida leve. E desde que eu acompanho essa família, essa é a palavra que me vêm à mente sempre que penso neles.


Eu os conheci quando eles ainda eram 3. Agora eles são 5. E a leveza é a mesma. A forma como eles conduzem sua mater/paternidade é inspiradora, eles inspiram calma, segurança, fé no amor que guia tudo que eles fazem. E o parto da Maya só consolidou tudo que sinto e penso sobre eles. Anne pariu em seu cantinho, apesar de ter piscina pronta e quente esperando, ela se sentiu segura ali, no seu ninho, junto de sua rede de apoio, dos seus amores, sua equipe atenta, silenciosa e paciente.


A equipe do Coletivo de Parteiras já havia acompanhado os outros partos de Anne. Quando o expulsivo chegou, um tempinho depois de tudo começar, eu estava fotografando os meninos na sala, no andar debaixo e recebo uma mensagem: "Começou com puxos. Ela não faz barulhos. Não espere por eles. kkk". E assim, silenciosamente fomos nos reunindo para a chegada da Maya.


E assim, com toda potência do seu corpo que sabia o que fazer, Anne pariu Maya, eles se tornaram 5 desse lado do planeta.


Quem quiser conhecer mais sobre a família da Maya e como eles são maravilhosos, vejam todo material que eles disponibilizam na plataforma Paizinho Vírgula!